Editorial TIC's

Uber acerta compra da JUMP Bikes

O JUMP é um serviço de compartilhamento de bicicletas elétricas que não usa estações fixas

A Uber Technologies anunciou hoje (9) a compra do serviço de compartilhamento de bicicletas elétricas JUMP Bikes, permitindo à companhia oferecer aos clientes nos Estados Unidos alternativa aos carros.

O JUMP é um serviço de compartilhamento de bicicletas elétricas que não usa estações fixas e que foi lançado em São Francisco, na Califórnia, onde tem 250 bicicletas, e em Washington. Cerca de 100 funcionários da empresa vão se juntar ao Uber. Os termos do acordo não foram divulgados.

A operação é um avanço no objetivo do Uber de oferecer “a maneira mais rápida e acessível de chegar onde você quer, seja em um Uber, em uma bicicleta, no metrô ou mais que isso”, disse o presidente-executivo do Uber, Dara Khosrowshahi.

A JUMP Bikes já havia integrado o serviço com o aplicativo do Uber em São Francisco, para que os usuários pudessem encontrar uma das bicicletas vermelhas da empresa. “Estamos empolgados em começar nosso próximo capítulo e em desempenhar um papel importante na transição do Uber para uma plataforma multimodal, ajudando a substituir milhões de viagens de carros por bicicletas”, disse Ryan Rzepecki, presidente-executivo da JUMP.

Com sede em Nova York, a JUMP começou em 2010 como Social Bicycles, avançando nos últimos 8 anos da venda de bicicletas até a operação de suas próprias frotas. As bicicletas JUMP são desbloqueadas e bloqueadas usando um aplicativo de smartphone. Como o serviço não usa estações, elas podem ser deixadas em qualquer bicicletário e sua localização é rastreada via GPS.

Fonte: Fobes

Sobre o autor

Wagner Marcelo

Atuo profissionalmente como arquiteto de inovação, gerando e fomentando ecossistemas empreendedores e tecnológicos, hoje somados são mais de 400 mil pessoas ligadas a nossa rede.
Tenho como missão o desenvolvimento de negócios disruptivos.

1 comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Nossa, como lá é bem avançado. Tem Bike Elétrica… Enquanto aqui a gente recebeu a notícia da Yellow, que não é elétrica, com marcha única, e vai deixar o esforço todo pra gente no nosso relevo de mares de morros. Espero que as bikes não sejam todas roubadas, porque o que ouço é: se as bicicletas forem todas levadas para dentro das favelas, quem é que terá coragem de entrar para retirar se nem o exército consegue conter os ataques lá de dentro?