Comércio Editorial

Grupo de Carlos Wizard compra 22,5% da Topper na Argentina

Foto: Anna Carolina Negri
As operações da Topper no Brasil já pertencem integralmente ao grupo de Wizard desde 2015 - agora, o grupo foca no país vizinho

O grupo Sforza, do empresário Carlos Wizard, comprou 22,5% dos negócios da Alpargatas na Argentina, que concentram a marca Topper no país, por R$ 100 milhões. De imediato, serão pagos R$ 40 milhões à Alpargatas e os outros R$ 60 milhões quando a operação for concluída. A negociação foi fechada no fim da última sexta-feira (14).

As operações da Topper no Brasil já pertencem integralmente ao grupo de Wizard desde 2015, bem como as operações globais da Rainha. Na época, o negócio custou R$ 48,7 milhões. Naquele mesmo período, o grupo Sforza assumiu o compromisso de comprar 20% da Topper na Argentina, onde a marca é bem mais popular do que no Brasil.

Conforme fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), pelos termos do segundo aditivo assinado hoje, o preço da aquisição da totalidade das ações da ASAIC será de R$ 260 milhões. O valor está sujeito aos ajustes e já desconta o valor de R$ 40 milhões pago anteriormente.

Agora o percentual foi renegociado para 22,5%, em função das fortes oscilações do câmbio no país de Mauricio Macri, segundo o que Mario Utsch, presidente da Alpargatas. A variação cambial negativa chegou a R$ 25,7 milhões.

A demanda da Topper na Argentina está aumentando, e a empresa vinha importando calçados do Brasil. No primeiro semestre, as vendas na Argentina cresceram 10,1% em volume, para 2,67 milhões de pares de calçados. Enquanto isso, a receita líquida total da Alpargatas na Argentina atingiu R$ 309,7 milhões entre janeiro e junho, com queda de 6,6% em relação ao mesmo período de 2017.

Com a aquisição, a empresa brasileira de calçados vai reorganizar a sociedade controladora da Alpargatas S.A.I.C, nome da operação argentina, para separar a Topper das outras marcas, como Havaianas e Osklen.

Segundo relatório do banco Brasil Plural, o acordo prevê a possibilidade de compra de 100% da Topper pelo grupo Sforza no futuro – após essa segregação das marcas. Caso a aquisição completa se concretize, o valor do negócio será calculado com base na aplicação do múltiplo de 6 vezes sobre o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

As ações da Alpargatas (ALPA4) abriram o pregão desta segunda-feira (17) com alta de 0,62% às 10h42 (horário de Brasília). No acumulado do ano, as ações da empresa caem 32,46%.

Foto: Anna Carolina Negri

Fonte: Terra, Infomoney

Sobre o autor

Wagner Marcelo

Atuo profissionalmente como arquiteto de inovação, gerando e fomentando ecossistemas empreendedores e tecnológicos, hoje somados são mais de 400 mil pessoas ligadas a nossa rede.
Tenho como missão o desenvolvimento de negócios disruptivos.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.