Editorial Indústria

Embraer pagará US$ 1,6 bilhão a acionistas após concluir transação com Boeing

A Embraer prevê pagar US$ 1,6 bilhão aos acionistas assim que for concluída a transação para criação da aliança com a norte-americana Boeing, informou na quarta (16) Nelson Salgado, vice-presidente financeiro da empresa brasileira.

O executivo participou do Embraer Day na Bolsa de Nova York para detalhar a formação das duas joint ventures firmadas com a fabricante de aviões americana.

“Nossa ideia é distribuir US$ 1,6 bilhão em dividendos especiais aos acionistas assim que a transação for concluída”, afirmou. “É uma companhia que começa nova com US$ 1 bilhão de fluxo de caixa líquido e acionistas recebendo US$ 1,6 bilhão em dividendos.”

Mais cedo, em comunicado ao mercado, a empresa já havia anunciado a distribuição dos recursos, condicionada “à confirmação de determinados requisitos, inclusive o resultado do exercício social”.

Salgado afirmou que, com a parceria com a Boeing, as duas companhias serão mais fortes e capazes de crescer mais rápido no mercado.

Ele lembrou que a duas empresas, juntas, têm anos “de história e legado na indústria, o que é muito.” “Olhando para a aviação comercial, a parceria vai fortalecer muito as possibilidades de mercado e penetração dos jatos E2”, disse.

A Boeing deterá 80% desta empresa. No acordo firmado entre as duas companhias, a Embraer poderá vender os 20% que deterá na NewCo, a nova companhia que produzirá a atual linha de jatos regionais e desenvolverá novos modelos.

Fonte: Dinheirama

Sobre o autor

Wagner Marcelo

Atuo profissionalmente como arquiteto de inovação, gerando e fomentando ecossistemas empreendedores e tecnológicos, hoje somados são mais de 400 mil pessoas ligadas a nossa rede.
Tenho como missão o desenvolvimento de negócios disruptivos.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.