Editorial Governo TIC's

Em São Paulo, Marcos Jorge participa da inauguração do primeiro centro para inovação do Facebook no mundo

Estação Hack Facebook promoverá cursos de programação, desenvolvimento de aplicativos e empreendedorismo digital; em 2018, 10 startups serão aceleradas no local

A cidade de São Paulo é sede do primeiro centro de inovação do Facebook no mundo. O ministro substituto do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Jorge de Lima, participou, nesta segunda-feira, da inauguração da Estação Hack Facebook, na Avenida Paulista. O evento reuniu autoridades do governo federal, estadual e municipal, além de empreendedores, técnicos e especialistas em tecnologia e inovação.

O centro para inovação do Facebook oferecerá bolsas para cursos de programação, desenvolvimento de aplicativos e empreendedorismo digital. Um dos objetivos da empresa seria ajudar os jovens brasileiros a se prepararem para as chamadas “profissões do futuro”. Em 2018, 10 startups também serão aceleradas no local.

Como destacou o ministro substituto, trata-se de uma importante iniciativa para o ecossistema econômico e tecnológico do país. “A Estação Hack é um investimento no futuro do Brasil que, certamente, favorecerá o desenvolvimento do nosso ecossistema econômico e tecnológico, além do impacto positivo na capacitação de jovens de baixa renda. A aceleração de startups com potencial de alto impacto sobre a sociedade vai ao encontro de programas implementados pelo MDIC”, disse.

Segundo informações do Facebook, a Estação Hack representa o maior investimento já feito pela empresa na América Latina. Como explicou o presidente do Facebook e Instagram para América Latina, Diego Dzodan, por ano, serão oferecidas 7.400 bolsas de estudos a jovens. Os cursos e workshops serão ministrados por parceiros do Facebook como Masterchef, Reprograma e Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

“Uma pesquisa encomendada pelo Facebook mostrou que 82% das micro e pequenas empresas no Brasil acreditam que as habilidades digitais são mais importantes na hora de contratar do que a escola onde alguém estudou. Nosso objetivo é, então, misturar o espaço da sala de aula com o ambiente de desenvolvimento de negócios”, disse Dzodan.

Inovativa Brasil

Uma das principais iniciativas do MDIC voltada ao ecossistema de inovação é o Inovativa Brasil. Como explicou o ministro substituto Marcos Jorge, o programa é um importante instrumento para startups do Brasil captarem recursos e conquistarem clientes.

“O Inovativa oferece gratuitamente capacitação, mentoria e conexão para startups de qualquer setor e de todo o país. Os resultados desse trabalho vêm sendo reconhecidos: o programa conquistou o primeiro lugar como a Melhor Aceleradora no Startup Awards, promovido pela Abstartup em 2016”, destacou.

Neste ano, o programa recebeu outro importante reconhecimento. O Inovativa foi destacado como benchmarking de política pública inovadora ao entrar no observatório de Inovação no Setor Público da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

“Desde 2016, o Facebook e o MDIC têm uma parceria para premiar as startups finalistas do Inovativa Brasil. As empresas finalistas do programa, eleitas como destaque entre as que produzem ou têm a intenção de produzir aplicativos móveis, participam do Fb Start, programa de aceleração do Facebook. Estamos muito satisfeitos com essa parceria. Desde o ano passado, 56 startups do Inovativa já participaram do Fb start”, destacou Marcos Jorge.

O ministro substituto também apontou outras ações e programas do MDIC e suas entidades vinculadas para promover novos negócios no país. Ele citou o novo programa de internacionalização de startups, StartOut Brasil, realizado pelo MDIC, Ministério das Relações Exteriores, Apex Brasil, Sebrae e Anprotec.

Outra importante iniciativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) é o Conexão Startup Indústria, que aproxima os empreendedores de startups a grandes empresas e corporações.

Também estiveram presentes na inauguração da Estação Hack, o secretário de Inovação e Novos Negócios do MDIC, Marcos Vinícius de Souza; a secretária municipal de trabalho e empreendedorismo, Aline Cardoso; o secretário municipal de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg; além de senadores e deputados federais.

Sobre o autor

Wagner Marcelo

Atuo profissionalmente como arquiteto de inovação, gerando e fomentando ecossistemas empreendedores e tecnológicos, hoje somados são mais de 400 mil pessoas ligadas a nossa rede.
Tenho como missão o desenvolvimento de negócios disruptivos.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.